Back to Top

Novo Logo Mensagem Diaria

Reforma E O Mundo Moderno - Parte I (500 Anos Reforma Protestante)

MUNDO MODERNO​ - INTRODUÇÃO

  • Para Perry Marvin a Reforma promoveu ainda a ideia da igualdade, que tem raízes na crença judaico-cristã de que as pessoas são todas criaturas de um único Deus. Em dois aspectos importantes, contudo, a sociedade medieval infringia o princípio da igualdade. ​

  • Em primeiro lugar, o feudalismo reforçava as distinções hereditárias entre nobres e plebeus. A sociedade era hierárquica, constituída segundo uma ordem ascendente de classes legais, ou estados: o povo, a nobreza e o clero. ​

  • Em segundo, a Igreja medieval ensinava que somente os clérigos podiam ministrar os sacramentos, que era o meio pelo qual as pessoas podiam alcançar a salvação; e por essa razão, eram superiores aos leigos. Lutero, por sua vez, afirmava que não havia distinção espiritual entre os leigos e o clero. Todos os crentes eram iguais em espírito: todos igualmente cristãos; todos igualmente sacerdotes.​

  • Elementos conjuntamente com a individualidade, que diferente foram fundamentais na construção do mundo moderno.​

FUNDAMENTOS DO MUNDO MODERNO​ EM MEIO A REFORMA:

  • Dimensão Política​

  • Dimensão Social​

"Salva-me, pois a ti pertenço e busco os teus preceitos!" (Salmos 119:94 - NVI*)

No dia 18/12 seguiremos com a Parte II desta mensagem, não perca!

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

*Nova Versão Internacional.

Estudo Das Mulheres - Série: Casamento Obra De Deus! Parte I

AMADAS LEITORAS COMEÇAREMOS UMA NOVA SÉRIE NESTE MÊS: CASAMENTO OBRA DE DEUS!  

DOIS EM UM! 

"No terceiro dia houve um casamento em Caná da Galileia. A mãe de Jesus estava ali; Jesus e seus discípulos também haviam sido convidados para o casamento. Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: "Eles não têm mais vinho". Respondeu Jesus: "Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou". Sua mãe disse aos serviçais: "Façam tudo o que ele lhes mandar". Ali perto havia seis potes de pedra, do tipo usado pelos judeus para as purificações cerimoniais; em cada pote cabia entre oitenta a cento e vinte litros. Disse Jesus aos serviçais: "Encham os potes com água". E os encheram até à borda. Então lhes disse: "Agora, levem um pouco do vinho ao encarregado da festa". Eles assim o fizeram, e o encarregado da festa provou a água que fora transformada em vinho, sem saber de onde este viera, embora o soubessem os serviçais que haviam tirado a água. Então chamou o noivo e disse: "Todos servem primeiro o melhor vinho e, depois que os convidados já beberam bastante, o vinho inferior é servido; mas você guardou o melhor até agora". Este sinal miraculoso, em Caná da Galileia, foi o primeiro que Jesus realizou. Revelou assim a sua glória, e os seus discípulos creram nele."(João 2:1-11 - NVI*) 

O primeiro milagre de Jesus aconteceu justamente em um casamento! 

Deus criou o homem e a mulher com um propósito: “tornando-se os dois uma só carne.” (Genesis 2.24b). Isto demonstra que a família tem prioridade no plano de Deus. 

Jesus havia sido convidado a participar destas bodas. Porém no meio da celebração algo aconteceu o vinho havia acabado! Na Bíblia o vinho é uma figura de alegria (Salmo 104.15).  

Muitas vezes ouvimos e vemos que o vinho acaba! “Ele não tem mais vinho” (Vs.3) 

Pessoas que eram embriagadas de amor pelo seu conjugue agora percebem que este sentimento desapareceu. Cedendo o espaço a brigas, individualismo, agressões verbais, e até físicas. O matrimônio de maneira geral se encontra falido, pois o vinho sempre acaba. 

Mas o milagre aconteceu porque Jesus estava lá. Ele e seus discípulos foram convidados para abençoar aquela união com Sua presença. E porque Ele estava presente, o milagre aconteceu! 

Da mesma maneira, se você deseja ter um casamento que dure e sobreviva a falta do vinho, a alegria, convide Jesus para estar presente! 

Não espere o vinho acabar, cultive sempre a presença de Jesus por meio da oração, e leitura da Palavra. Não apenas leia, mas pratique a Palavra pois o milagre acontece onde há obediência. 

Os empregados obedeceram sem questionar se era racional ou não, e o milagre aconteceu. "Façam tudo o que Ele lhes mandar". (Vs.5) 

Se você reconhece que o vinho está acabando tome uma atitude: Renove o convite ao Senhor Jesus para entrar em seu lar! “O que Deus uniu o homem não separa!” Marcos 10.9 

Texto: Mônica Guimarães Vicente.

*Nova Versão Internacional.

Uma Marca De Um Cristão

"Com grande poder os apóstolos continuavam a testemunhar da ressurreição do Senhor Jesus, e grandiosa graça estava sobre todos eles. Não havia pessoas necessitadas entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro da venda e o colocavam aos pés dos apóstolos, que o distribuíam segundo a necessidade de cada um. José, um levita de Chipre a quem os apóstolos deram o nome de Barnabé, que significa encorajador, vendeu um campo que possuía, trouxe o dinheiro e o colocou aos pés dos apóstolos." (Atos 4:33-37 - NVI*)

Uma das marcas de uma pessoa que se convertia ao cristianismo, ou seja, que cressem na morte e na ressurreição de Jesus Cristo e o aceitassem como Senhor e Salvador, era a marca da caridade, compartilhar os bens que possuía com aqueles que tinham necessidade.

Hoje infelizmente percebemos em algumas "igrejas" a má fé no sentido de ofertas e dízimos, entretanto percebemos nas escrituras que fazia parte de um cristão esta disposição, pois compreendiam e viam as necessidades uns dos outros dentro daquela comunidade de fé.

O contexto desta passagem acima era que os apóstolos e todos os que estavam com eles, acreditavam que Jesus voltaria em breve ressureto, por isso neste período eles não estavam trabalhando, viviam realmente aguardando a volta de Jesus, testemunhando e ajudando uns aos outros.

Ou seja, viviam em um contexto especial e único daquele momento, precisamos compreender isso, para não nos equivocarmos no momento do ensino das ofertas.

Texto: Vivian Cristina Thomazinho Vicente.

*Nova Versão Internacional.

 

A Vida Diária nos Tempos de Jesus

Jesus viveu a maior parte de sua vida em Nazaré, já que tinha voltado do Egito por volta de 6 a 9 anos. Já que não sabemos ao certo qual foi a data da Morte de Herodes o Grande, se foi no ano 1 d.C. ou no ano 4 d.C. Sendo assim Jesus viveu cerca de 24 a 21 anos na cidade de Nazaré na Galileia. A região da galileia segundo o Arqueólogo Horsely havia em torno de mais ou menos 200 aldeias de em média 300 habitantes, diferindo dos escritos de Josefo que demonstrava que havia 238 cidades. Nesta região haviam duas grandes cidade Tiberíades e Séforis, a primeira construída por Antipas e a segunda reconstruída com toda glória que uma cidade romana poderia ter. E mais três ou quatro pequenas cidades, como Cafarnaum.

Leia mais aqui

Estudo das Mulheres da Bíblia

Vamos comparar em um relacionamento marido e mulher. Quanto mais o casal se conhece, mais vai tendo intimidade, sabe como agradar ao parceiro. E na vida com Deus como funciona? Digamos que da mesma forma. Quanto mais nos esforçamos para conhecê-lo mais intimidade com Deus teremos e saberemos qual a sua vontade, o que lhe agrada e o que lhe entristece.

Porém precisamos nos esforçar para conhecer a Deus para avançarmos em nosso relacionamento com ele. Muitas vezes reclamos que não ouvimos a sua voz mas nem sequer paramos para conversar com Deus, ou ás vezes só falamos e falamos e não paramos para ouvir o que ele tem a dizer.

Leia mais aqui

 
 

sombra1

Copyright © 2011-2015 - Mensagem Diária logosg