Back to Top

Novo Logo Mensagem Diaria

Túnel Do Tempo - Você Tem Um Minuto?

“Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”. (Marcos 8.36).

O que o homem tem de mais valioso? Família, amigos, trabalho, Deus...?

Cada um responderia de uma forma diferente, mas o que realmente valorizamos? O que temos dificuldade em doar aos outros? (Pense um pouco sobre isso).

Ultimamente o que temos valorizado cada vez mais é o nosso tempo; nossos dias tão corridos, nossa vida tão cheia de afazeres, a famosa expressão (Times is Money), ou seja, “Tempo é dinheiro”, tem feito cada vez mais sentido em nossa vida.

O ser humano tem ficado cada vez mais egoísta, não consegue parar um minuto para escutar um amigo que está precisando desabafar ou precisando de um conselho, pois sempre tem algo que julga ser mais importante a fazer.

Quando um necessitado vem até nós, é mais cômodo enfiarmos a mão no bolso e darmos um trocado, do que ouvir o que ele tem a dizer, do que orar por ele ou pela sua necessidade e dar atenção ao problema dele.

Muitos já nem conseguem olhar para o céu, a criatura olhando o Criador, não conseguem orar a Deus ou agradece-lo, pois na correria do dia-a-dia não enxergam o que realmente tem valor. Tem fechado não só olhos, mas também o coração, pois não tem “tempo” para pensar nessas coisas.

Não tem tempo para pensar em Deus.

Coloque Deus como o Senhor do seu tempo, coloque diante Dele todos os seus projetos e necessidades, pois, assim como a palavra Dele diz:

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. (Mateus 6.33).

Pratique isso, ore mais a Deus, converse com seus amigos dê mais atenção a sua família, doe o seu tempo, não deixe que a correria do dia a dia inverta os valores e feche seus olhos para os pequenos detalhes, para as coisas que realmente tem valor.

Ore: “Senhor ajuda-me a controlar o meu tempo, ensina-me a lidar com cada situação, e a não viver de forma egoísta, olhando apenas para as minhas necessidades, mas valorizando sempre a Tua vontade, em nome de Jesus”.

                                                                                              Texto: Maxwell Heber.

Atos Dos Apóstolos - Parte V

"Todos os judeus sabem como tenho vivido desde pequeno, tanto em minha terra natal como em Jerusalém. Eles me conhecem há muito tempo e podem testemunhar, se quiserem, que, como fariseu, vivi de acordo com a seita mais severa da nossa religião. Agora, estou sendo julgado por causa da minha esperança no que Deus prometeu aos nossos antepassados. Esta é a promessa que as nossas doze tribos esperam que se cumpra, cultuando a Deus com fervor, dia e noite. É por causa desta esperança, ó rei, que estou sendo acusado pelos judeus. Por que os senhores acham impossível que Deus ressuscite os mortos?" (Atos 26. 4-8)

B. Defesa de Paulo: 2-24

I. Saudação: 2-3

Paulo não faz uma Bajulação, apenas faz uma saudação, relata que é mais confortável para ele, ter um juiz que fosse perito nas questões judaicas, para ter uma melhor avaliar seu caso, tornando menos manipulado por outros.

II. Desfazendo o Ideal de Seita: 6-10; 14-19; 27.

O primeiro fundamento de Paulo é apontar que os do “caminho” não era uma seita, invalidando a ideia de ser uma nova religação, que seria um crime, pois para existir precisava ser aprovada pelo imperador. Para isso, Paulo aponta como o Cristianismo é na verdadeira revelação do judaísmo, apontando como antigo testamento, numa leitura farisaica, aponta para ressureição (v.6-8, ligando ao texto de Jr. 1.8 e 10 e Is. 12.10), segundo como messias, pelo ato de sua revelação pessoal é Cristo (14 -19), e terceiro, como não cumprir o chamado que veem direto de Deus? (27).

III. Não Há Dolo: 4-5;9-12; 20-24.

Demonstra, que nunca desejou ser cristão, já que era fariseu, seguindo princípios mais fundamentais do partido religioso, por isso, até perseguiu os cristãos, prendendo, castigando e matando-os (4-5;9-12). Até a revelação, e se converter a nova fé, assim, não teria porque ganhar com insurreições ou sacrilégios, já que sua mudança profunda, não foi de caráter político e sim religioso, respondendo o seu chamado. Descredenciando, os outros dois elementos da acusação, de revolta e sacrilégio do templo.

Texto: Lucas Guimarães Vicente.

Quando A Tempestade Vem...

"Os discípulos foram acordá-lo, clamando: "Mestre, Mestre, vamos morrer! " Ele se levantou e repreendeu o vento e a violência das águas; tudo se acalmou e ficou tranquilo." (Lucas 8:24)

Quando uma tempestade se anuncia no céu, ficamos apreensivos com raios, enchentes, vento forte. O céu se escurece, os trovões e raios demonstram a força da natureza.

O mesmo acontece conosco algumas vezes, enfrentamos tempestades que atormentam, enxergamos o quão vulneráveis somos frente ao vento contrário. Problemas no casamento, com filhos, enfermidades, finanças.... Não conseguimos imaginar que depois dela, o céu abrirá e o sol surgirá novamente.

No contexto do versículo de hoje os discípulos de Jesus estavam em meio uma grande tempestade ao ponto do barco onde estavam se encher com água. Jesus estava com eles no barco dormindo. (Lucas 8.23)

Não existe ventos fortes, tempestades, ou tsunamis em nossa vida que Jesus não possa parar, aquietar e vencer. (Lucas 8.24)

Algumas vezes nos esquecemos de quem controla nosso “barco”!

Se ainda Jesus não está no controle de seu barco, deixe-o ajuda-lo a guiar sua vida no meio das tempestades. Não sei qual é a intensidade da sua tempestade, elas chegam a assustar, porém vão embora, e surge um novo tempo de paz e alegria em Jesus Cristo.

Assim como este louvor declara:
Corra para o Esconderijo do Altíssimo!
“E é assim que meu coração recebe paz Minha mente e minhas emoções descansam Na segurança do colo do Pai”

Texto: Mônica Guimarães Vicente.

A Vida Diária nos Tempos de Jesus

Jesus viveu a maior parte de sua vida em Nazaré, já que tinha voltado do Egito por volta de 6 a 9 anos. Já que não sabemos ao certo qual foi a data da Morte de Herodes o Grande, se foi no ano 1 d.C. ou no ano 4 d.C. Sendo assim Jesus viveu cerca de 24 a 21 anos na cidade de Nazaré na Galileia. A região da galileia segundo o Arqueólogo Horsely havia em torno de mais ou menos 200 aldeias de em média 300 habitantes, diferindo dos escritos de Josefo que demonstrava que havia 238 cidades. Nesta região haviam duas grandes cidade Tiberíades e Séforis, a primeira construída por Antipas e a segunda reconstruída com toda glória que uma cidade romana poderia ter. E mais três ou quatro pequenas cidades, como Cafarnaum.

Leia mais aqui

Estudo das Mulheres da Bíblia

Vamos comparar em um relacionamento marido e mulher. Quanto mais o casal se conhece, mais vai tendo intimidade, sabe como agradar ao parceiro. E na vida com Deus como funciona? Digamos que da mesma forma. Quanto mais nos esforçamos para conhecê-lo mais intimidade com Deus teremos e saberemos qual a sua vontade, o que lhe agrada e o que lhe entristece.

Porém precisamos nos esforçar para conhecer a Deus para avançarmos em nosso relacionamento com ele. Muitas vezes reclamos que não ouvimos a sua voz mas nem sequer paramos para conversar com Deus, ou ás vezes só falamos e falamos e não paramos para ouvir o que ele tem a dizer.

Leia mais aqui

 
 

sombra1

Copyright © 2011-2015 - Mensagem Diária logosg